Advertisements

Por que o Botafogo/RJ insiste em contratar notório corrupto do esporte?

Qual a motivação de um clube como o Botafogo/RJ, com 90% do ‘corpo’ submerso em ‘areia-movediça’, trabalhar nos bastidores para contratar o inexpressivo treinador venezuelano Cesar Farias, até outro dia trabalhando na não menos ridícula Seleção da Bolívia?

O currículo extracampo talvez justifique.

Farias está sendo, formalmente, acusado de corrupção no Comitê de Ética da FIFA, por, entre outras coisas, condicionar a convocação de jogadores bolivianos a assinatura de vínculo com o agente Fabián Mendoza.

Não que a prática seja novidade no Brasil, adotada, há anos, por diversos treinadores conhecidos, alguns deles, inclusive, quando no comando da Seleção Brasileira.

Porém, nesse caso específico, os cartolas do Botafogo/RJ sequer podem fingir desconhecimento diante de ilegalidade amplamente documentada.

Faz bem Felipe Neto em não colocar dinheiro honesto no esgoto em que se transformou um clube que já teve em seus quadros o segundo melhor jogador do mundo, sendo que, em 1962, foi o melhor.

César Farías Foto: Reprodução

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: