Facilitação da Comissão Eleitoral resulta em propaganda ilegal no Corinthians

Na semana passada, a Comissão Eleitoral do Corinthians, presidida pelo ex-delegado Romeu Tuma Junior, proibiu que dados atualizados dos associados do clube fossem repassados aos candidatos a presidente e também aos postulantes ao Conselho Deliberativo.

O favorecimento ao grupo situacionista, de posse natural desse arquivo, era evidente.

Dias após, associados do clube, entre os quais um que havia acabado de se recadastrar no Parque São Jorge, ou seja, não poderia estar em ‘listagem antiga’, passaram a receber mensagens de chapas ligadas a Duílio ‘do Bingo’ Monteiro Alves.

Uma delas, em posse do Blog do Paulinho, foi enviada por Antoine Gebran Filho, vulgo ‘Tony Gebran’, do endereço antoinegebranfilho@outlook.com.

No anexo da invasão, estava um trecho do jornal ‘Classe A’, editado pelo jornalista Germano Augusto, contendo propaganda eleitoral de Duílio e da chapa 33, que Gebran divide com diversas personalidades, entre as quais advogado de quadrilha acusada de tomar dinheiro de aposentados e promotor fraudador de eleições do MP-SP.

Curiosamente, o logo da Kalunga, de propriedade do empresário Paulo Garcia, que tem o irmão Fernando como principal beneficiado em caso de vitória do atual grupo gestor, patrocina o material.

Atualização: em contato com o blog, Germano Augusto afirmou que Paulo Garcia nada tem a ver com a distribuição do material e que ele apenas patrocina o jornal

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.