Governador do Rio de Janeiro trabalha para falir o estádio do Maracanã

O atual Governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, para favorecer os clubes cariocas, trabalha para que a licitação do Maracanã seja direcionada aos interesses das agremiações.

Segundo a coluna de Lauro Jardim, em O Globo, “ele avalia que R$ 80 milhões pela concessão e mais R$ 8 milhões por ano, que é a expectativa de retorno financeiro da licitação, não fariam muita diferença aos cofres do Rio de Janeiro”.

A gestão da Arena seria dividida entre as equipes interessadas.

Num Estado falido, é quase criminoso abrir mão de qualquer dinheiro em troca da óbvia possibilidade de prejuízo, levando-se em consideração que a cartolagem, entre as quais a do Flamengo – que administra mais dinheiro do que todos – sequer consegue equacionar os problemas financeiros de seus clubes.

O objetivo desse comportamento do Governador é nitidamente eleitoral e precisa ser combatido, com rigor, pelos órgãos controladores do Estado.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.