Rollo empurra caso Robinho com a barriga

Orlando Rollo

Na última quarta-feira (21), o investigador de polícia que preside o Santos Futebol Clube tratou, ainda mais, de manchar a história do Peixe.

O Conselho Deliberativo tinha em pauta a rescisão definitiva do contrato de Robinho, que, até o momento, foi apenas ‘suspenso’, com grande possibilidade de ser retomado em 2021.

Este, pelo menos é o desejo de Orlando Rollo, que solicitou, e foi atendido, adiamento da decisão até o julgamento em 2ª instância do atleta, que será iniciado em dezembro, na Itália.

Para o mandatário do Santos, os áudios, que, independentemente da consumação do estupro (comprovado, em 1ª instância), demonstram o desprezo de Robinho pelo ser-humano e pela mulher a quem impôs humilhação, são insuficientes para impedi-lo de vestir a histórica camisa do clube.

Facebook Comments
Advertisements

2 Replies to “Rollo empurra caso Robinho com a barriga”

  1. Tem gente que acha que o lula e a Esquerda que estupraram o Brasil por quase 15 anos pode ter participação na vida pública e na política .. o rollo então por este exemplo pode achar o mesmo do Robinho não ?! Hahaha

  2. Pedro, entenda: o Robinho ser punido por um crime é uma coisa, será feito conforme dispuser a lei e a justiça; outra coisa é alguém impedir que o Robinho ganhe seu sustento por causa disso.

    23:59 – Aiiin, temos que ressocializar o ex-presidiário, precisamos dar emprego a ele…

    00:00 – Robinho, jogar futebol? Nunca mais! Tem que pagar até o final da vida e morrer de fome!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.