Advertisements

Solidariedade para Carol Solberg

“Em seu legítimo direito de se expressar politicamente, a atleta Carol Solberg, do vôlei de praia, terminou entrevista ao Sportv com um “Fora Bolsonaro!”.

A CBV repudiou a manifestação e ameaçou com “medidas cabíveis”.

E ainda usou, em sua nota, um inaceitável “denegrir”, termo racista que deve ser fortemente repudiado.

Nós, do movimento Esporte pela Democracia, treplicamos aqui de maneira singela: a única medida cabível à CBV é seu silêncio em respeito à liberdade de expressão”

Advertisements

Facebook Comments

4 comentários em “Solidariedade para Carol Solberg”

  1. Isso é ditadura! Forças armadas brasileiras fracas e desarmadas, não prestam para nos defender, pelo contrário, querem é violentar o próprio povo. Bolsonaro está todo enrolado, não tem ideia do que vai fazer. Eles querem o Brasil só para os militares, depois entregar para a lama do Vaticano evangélico. Acordem, estudem e tomem muito cuidado. Numa ditadura militar você pode ir parar na cadeia confundido com comunista. Então é tortura terríveis até a morte.

  2. Quem assiste a partida quer ver a atleta jogando e não fazendo militância política. O ato irresponsável dessa atleta poderia causar fim do campeonato e desemprego de muitas pessoas, caso Bolsonaro realmente fosse tudo aquilo que aqueles que ainda não se conformam com sua eleição dizem que ele é: ditador, misógino, racista, fascista, perseguidor de negros, mulheres e LGBT´s, etc… Bastaria um telefonema dele ao presidente do Banco do Brasil exigindo o rompimento do contrato de patrocínio com a CBV e o campeonato acabaria, já que a CBV não consegue bancar nem exame de covid pros atletas.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: