Advertisements
Anúncios

Os equívocos de Ronaldo Giovanelli

Ontem (01), o ex-goleiro do Corinthians e atual comentarista da BAND, Ronaldo Giovanelli, opinou sobre a ação promovida por conselheiros do clube objetivando a retirada de Andres Sanches da presidência alvinegra:

“O pior aconteceu agora, que é o fogo amigo. Você ter problemas na Justiça e essas coisas, isso vem de fora. Agora quando vem fogo amigo dentro do clube, levando para justiça comum… E o tempo que eles tiveram para trabalhar para chamar o presidente e dar uma dura. Não fizeram isso?”

“Tem que resolver isso dentro do clube e não juntar um monte de gente para ir para a Justiça”

“O nome do Corinthians, há dois, três meses, está sendo jogado na lama. E isso por pessoas que estão dentro do clube, seja situação ou oposição”

“Dívida faz parte, agora fogo amigo…”

“Tem gente lá dentro do Conselho que não torce para o Corinthians, o nome do Corinthians já está na lama e vocês ficam jogando essas coisas. Vocês fazem parte de uma cúpula que comanda o Corinthians”

Há diversos equívocos nessa análise.

A desinformação, no caso de Ronaldo, é inadmissível, não apenas pelas obrigações inerentes à profissão, mas, principalmente, pelo fato de figurar como ‘embaixador’, remunerado, de camarote da Arena de Itaquera, cargo que o aproxima da diretoria.

Portanto, é improvável que desconheça os requerimentos enviados pelos proponentes da ação a Andres Sanches, cobrando esclarecimentos de diversas irregularidades, todos devolvidos sem as devidas respostas.

“(…) chamar o presidente e dar uma dura” parece estar dentro desse contexto.

Sobre a frase “tem que resolver isso dentro do clube” limita-se a questões estatutárias (todas protocoladas nos poderes constituídos), mas não às criminais, que, por obrigação cívica, devem ser denunciadas à Justiça, até porque, se não forem, é o Corinthians e seus conselheiros que responderão, solidariamente, pelas consequências.

Outro grande equívoco de Ronaldo é dizer que o nome do Corinthians está há dois ou três meses “sendo jogado na lama”.

É bem mais do que isso.

Os ‘enlameadores’, porém, quando não citados em delação da Odebrecht, estão indiciados em três ações criminais, na Justiça Federal, por sonegações de impostos e apropriações indébitas diversas, para ficar apenas no que está documentado na Justiça.

Dívida, apesar de reveladora de má-gestão, por vezes, como diz Ronaldo, ‘faz parte’, assim como também a necessidade de esclarecê-la, em detalhes, seja no âmbito interno ou, se necessário for, por meios judiciais.

Por exemplo, e talvez Ronaldo possa esclarecer, porque nas contas apresentadas por Andres Sanches aos conselheiros não constam detalhamentos:

  • como é feita a contabilidade, entre as quais a do cachê recebido pelo ex-goleiro, dos eventos promovidos em camarotes, que, por contrato firmado com a CAIXA, deveriam ter 100% dos recursos repassados ao Arena Fundo FII para amortização da dívida do estádio?
  • quem contrata os prestadores de serviço?
  • Quem paga ?
  • Quem recebe o dinheiro arrecadado?
  • qual é o valor, detalhado, dos cachês?
  • etc. etc. etc.

Levando-se em consideração que Ronaldo é torcedor do Corinthians e não do grupo ‘Renovação e Transparência’ e que seus comentários na BAND estão livres da contaminação do trabalho remunerado na Arena (pelo clube ou por terceiros ligados à agremiação – não se sabe ao certo), seria de bom tom que as dúvidas fossem devidamente esclarecidas, até para que a impressão, que pode surgir na cabeça de alguns, de que teria saído em defesa de seus interesses pessoais e dos que lhe proporcionam sustento seja, definitivamente, afastada.

‘Fogo amigo’ contra o Corinthians, ainda mais para quem se apresenta como torcedor, é saber detalhes de tudo o que está prejudicando o Timão e, pior do que se calar, defendê-los, publicamente, em rede nacional.


ATUALIZAÇÃO: Ronaldo entrou em contato com o Blog do Paulinho e disse que não recebe dinheiro do clube e de ninguém para trabalhar no camarote, que a matéria é mentirosa, e que apenas lhe é proporcionado o direito de, gratuitamente, assistir aos jogos do Corinthians com a família. Disse também que não é dono do camarote, como alguns disseram. Falou também que para ele não se trata de trabalho, mas de estar com os torcedores, que ele adora. E a família também.

 

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: