Advertisements

Corinthians disfarça empréstimo de R$ 34 milhões para beneficiar empresários

Will Dantas, Pedrinho e Giuliano Bertolucci (preposto de Kia Joorabchian)

Na próxima semana, o Corinthians receberá o repasse, oriundo de banco sediado em paraíso fiscal, do empréstimo tomado como adiantamento dos valores a serem depositados pelo Benfica sobre a venda do jogador Pedrinho.

A negociação total girou em torno de 20 milhões de Euros, que, na cotação atual, corresponde a R$ 113,6 milhões.

Por razões óbvias, a soma total não será recebida pelo clube, por conta dos descontos bancários inerentes aos juros, cobrados em euros.

30% do acerto deverá ser destinado ao agente Kia Joorabchian, através do preposto Will Dantas, para divisão entre parceiros de negócios habituais.

Ou seja, 6 milhões de Euros ou R$ 34 milhões.

Ontem, Will Dantas, em entrevista ao portal ‘Esporte News Mundo’, tentou posar de ‘bom samaritano’, alegando ter emprestado, de antemão, a quantia ao Timão, abrindo mão de juros:

”A partir do momento que eu me propus a ajudar, eu não teria por que colocar juros. O clube está precisando. Não só o Corinthians, a maioria dos clubes no Brasil estão atravessando uma situação difícil, todos os grandes clubes {..} Então, se eu não estou precisando do dinheiro agora, posso receber lá na frente, sem problema nenhum”

Não é verdade.

Os agentes, autorizados pelo Corinthians, receberão diretamente do Benfica, sem os descontos que o clube sofrerá pela obscura operação financeira realizada no Exterior.

O acordo prevê que a equipe portuguesa pague a parcela em julho, ou seja, daqui um mês.

As demais prestações estão atreladas ao adiantamento de valores e serão destinadas ao banco.

Will Dantas e Andres Sanches, a quem trata como ‘papito’

Ontem, o Corinthians quitou um mês de salários dos jogadores, mas empurrou dois para frente, evitando a possibilidade de perder os atletas para a primeira oferta de mercado.

Porém, além destes, outros pagamentos do clube deverão ser adiados, diante da necessidade, urgente, de quitar R$ 12 milhões (de R$ 18 milhões) sobre a contratação do uruguaio Bruno Mendez, dívida que foi denunciada à FIFA pelo clube de origem.

Se não honrar a pendência, o Corinthians corre risco de iniciar o Brasileirão punido com a perda de seis pontos e, na reincidência, ser rebaixado de divisão.

Em 2019, o zagueiro realizou seis partidas pelo Timão, sem marcar gols e tomando três cartões amarelos.

Neste ano, sequer foi relacionado para o banco de reservas.

O agente de Bruno Mendez é Pablo Boselli, ligado a Kia Joorabchian, além de parente do atacante Boselli, coincidentemente também jogador do Corinthians

Pablo Boselli, Bruno Mendez e Andres Sanches
Pablo Boselli e Mauro Boselli (jogador do Corinthians)
Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: