Advertisements

São Paulo massacra funcionários mais humildes, mas preserva o dinheiro dos jogadores

O São Paulo, que já havia reduzido o salário de seus funcionários mais humildes em 25%, decidiu ampliar o corte e, a partir deste mês, reduzirá o montante total em 50%.

A desculpa é a de manter todos empregados.

Porém, para os atletas profissionais, que possuem recursos de sobrevivência mais robustos, a redução salarial, efetivamente, inexistirá.

Até a volta dos campeonatos, os jogadores receberão um piso máximo de R$ 50 mil, sem pagamento dos direitos de imagem, mas serão reembolsados, posteriormente, em 100% destes valores.

O desconto dos pobres é compulsório e sem direito a ressarcimento.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: