Advertisements

Mentira de Andres Sanches indispõe Corinthians com a Rede Globo

Marcelo Campos Pinto (Globo), Andres Sanches e Ricardo Teixeira

Nas últimas semanas, o presidente do Corinthians, Andres Sanches, para justificar a perda de ação trabalhista para o jogador Paulo André, declarou que o atleta pediu indenização por jogar futebol aos domingos e feriados, além de adicional noturno.

Em tese, diante da realidade dos clubes, não apenas no Brasil, mas no restante do planeta, nenhum advogado conseguiria defender.

Todos, sem exceção, jogam nessas datas

Para o torcedor corinthiano, ficou a impressão que Paulo André teria agido de sacanagem, razão pela qual quando Sanches enviou, anteontem, uma mensagem absolutamente ‘non-sense’ à CBF, FPF e Rede Globo, afirmando que o Timão não jogaria mais nessas datas, e, em vez de críticas, escutou elogios.

O torcedor, treze anos depois, ainda não aprendeu que o mandatário alvinegro sofre de mitomania.

Ontem, foi desmascarado novamente.

Em nota, o advogado de Paulo André restabeleceu a verdade:

“A imprensa divulgou que o Paulo Andre ganhou uma ação contra o Corinthians, na qual pleiteava valores por jogar à noite ou aos domingos. Ainda afirmou que o clube foi condenado a pagar o valor de R$ 750.000,00 ao atleta”

“Primeiro é importante deixar claro que a ação do Paulo Andre não tratou de jogos em horários noturnos ou aos domingos, nem reclamou horas extras”

“Essa versão é uma mentira que contada por 1000 vezes tenta se tornar realidade”

“O processo é público e pode ser acessado por qualquer pessoa, que poderá checar a informação”

“A ação traz uma série de pedidos e, um deles diz respeito ao Descanso Semanal Remunerado – que nada tem a ver com horas extras, adicional noturno ou trabalho aos domingos. Vale lembrar que todo trabalhador tem direito de ter um dia na semana para descansar, previsto, inclusive, na Lei Pelé – podendo esse descanso ocorrer em qualquer dia da semana”

“Além disso, as partes (Paulo André e Corinthians) firmaram um acordo no final de 2019, no qual estão englobadas diversas verbas que não foram pagas de forma correta”

“Sendo assim, é importante que fique claro que o Paulo André nunca pediu no processo um único centavo por jogar a noite, por jogar aos domingos ou por horas extras”

“Portanto, fica repudiada a tentativa de alterar a verdade dos fatos e contrariar o que consta do processo”

“A ação teve seu julgamento em primeira instancia no ano de 2.017, decisão essa mantida pelo Tribunal Regional do Trabalho, tendo as partes firmado acordo, de forma consensual, para pôr fim a demanda”

“Por fim, mas não com menor importância, se o Sport Club Corinthians Paulista decidiu por não jogar à noite e aos domingos, é uma decisão única e exclusiva do clube e de seu Presidente, não podendo ser imputada ao Paulo Andre, que sempre pautou sua relação de forma respeitosa para com o clube”

“Sendo assim, esses são os esclarecimentos que se fazem necessários”

Ou seja, para desviar de assuntos espinhosos, como a triste situação financeira alvinegra, Andres Sanches inventou um fato novo, jogou a torcida contra um ex-jogador e indispôs o clube com a Rede Globo, de quem depende, há anos, para pagar as contas.


Em tempo: além de Paulo André, ontem, em live, Felipe Ezabella disse que Andres mentiu ao acusá-lo de receber comissão sobre a transação do jogador Elias, e que, em razão disso, processou-o criminalmente. Em resposta, Sanches disse que exibirá a prova do recebimento de vantagens de Ezabella na Justiça.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: