Advertisements

Queda para cima na Polícia Federal

Por NAPOLEÃO DUMONT

Na consumada – e tão desejada, pessoalmente, por sua excelência – modificação na direção da PF no estado do Rio de Janeiro, o Presidente da República incluiu a exoneração do delegado Carlos Henrique Oliveira do cargo de Superintendente da Polícia Federal carioca e sua nomeação para o de diretor executivo da corporação, em Brasília, função essencialmente burocrática de natureza logística, sem influência em qualquer atividade operacional e investigatória.

Em entrevista, chegou a afirmar “que o estava promovendo”, como se fosse um benefício.

O Presidente, na verdade, estava usando – sem o saber, jamais, claro!!! – um antigo princípio nativo do direito canônico aplicado pela igreja católica, a titulo piedoso, para resolver situações difíceis de maneira menos traumática nas coisas interiores do Vaticano: “PROMOVEATUR UT REMOVEATUR” – “Seja promovido para ser removido”.

A intenção, claro, é remover o inconveniente, tipo “queda para cima”, mera e ilusória douração da pílula. Mas ninguém se engana mais com esses métodos…

Facebook Comments
Advertisements

Um comentário sobre “Queda para cima na Polícia Federal

  1. Renato Oliveira

    Bolsonaro quer uma Gestapo, a polícia de Adolf Hitler. Assim ele caça a oposição e nós vamos nos foder com uma pica bem grande.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: