Advertisements

Cotação dos jogadores no Brasil não é influenciada pela qualidade

‘O Globo’ publicou lista dos dez jogadores mais valiosos, comercialmente falando, que jogam (ou jogaram, até há pouco) em terras tupiniquins.

Pela ordem:

1 – Everton (atacante, Grêmio) – 35 milhões de euros

2 – Gabriel Veron (atacante, Palmeiras) – 25 milhões de euros

3 – Gabigol (atacante, Flamengo) – 23 milhões de euros

4 – Matheus Henrique (meia, Grêmio) – 22 milhões de euros

5 – Antony (atacante, São Paulo) – 20 milhões de euros

6 – Arrascaeta (meia, Flamengo) – 19 milhões de euros

7 – Pedro (atacante, Flamengo) – 15 milhões de euros

8 – Dudu (atacante, Palmeiras) – 15 milhões de euros

9 – Pedrinho (atacante,  Corinthians) – 15 milhões de euros

10 – Gerson (meia, Flamengo) – 14 milhões de euros

Alguns dados impressionam.

Gerson abaixo de Pedrinho beira o inacreditável diante da escandalosa diferença de qualidade entre ambos.

A liderança de ‘Cebolinha’ e a cotação de Veron (na segunda colocação), a frente de Dudu (8º), que é melhor do que ele no Palmeiras, também.

Fica claro que, diferentemente doutros mercados, o do futebol possuí razões que contrariam totalmente a lógica e a qualidade dos produtos dispostos em suas prateleiras.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “Cotação dos jogadores no Brasil não é influenciada pela qualidade”

  1. Você é azedo Claudio Natal, você deve ser tucano(Viúva do Aécio). Nada é bom pra voce. Obs. sou do partido politico que ajuda os menos favorecidos, se isso for ser de esquerda ou petista sou). Arruma algo que te da prazer.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: