Advertisements

Em documento, Andres Sanches confessa irregularidade e pode ser afastado pelo Conselho do Corinthians

De acordo com a regras estabelecidas pelo PROFUT, para permanecer com o benefício de ter as dívidas fiscais parceladas e com grande percentual de desconto, o Corinthians, assim como os demais clubes, não poderia ultrapassar 20% da receita bruta do ano anterior.

Em 2018, o clube teve R$ 470 milhões de arrecadação bruta (futebol+social), porém, o déficit acumulado atingiu R$ 144 milhões.

Aproximadamente 31%, ou seja, 11% a mais do que o permitido (R$ 94 milhões).

Essa situação, gravíssima, levará o Timão à perda dos privilégios descritos e consequente acréscimo de endividamento, com as punições inerentes ao não cumprimento de obrigações.

Além disso, no mesmo período, o Corinthians tomou empréstimos milionários sem aprovação prévia do CORI, como prevê o Estatuto alvinegro em seu artigo nº 119, para somas acima de dez mil salários mínimos (R$ 9,9 milhões em 2019).

Diante desse quadro desolador, de absoluto desrespeito às leis que regem o clube, alguns conselheiros, em novembro, protocolaram requerimento solicitando explicações diversas, ao CORI, ao diretor de finanças e ao conselho Fiscal.

Esse movimento gerou resposta, assinada pelo presidente da diretoria, Andres Sanches, que, em meio a evasivas, confirmou ter realizado as operações de empréstimos sem as cautelas previstas em estatuto.

Trata-se de confissão, ainda que involuntária, de irregularidade, passível de processo de impeachment.

Prevista para abril, antes da pandemia do coronavírus, a reunião do Conselho Deliberativo deverá ser remarcada, para, se tanto, maio ou junho de 2020.

Nela serão discutidos, entre diversos assuntos, a citada prova cabal, fornecida pelo próprio presidente.

Diante dela, a única alternativa legal é reprovação de contas do clube, com imediato afastamento de Andres Sanches.

Qualquer ação contrária a esse entendimento ofertará ao conselheiro transgressor a possibilidade jurídica de responsabilização civil, pessoal (perda de patrimônio), pelos prejuízos gerados à agremiação.


Resposta de Andres Sanches confessando a pratica de irregularidade no exercício da presidência do Corinthians:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: