Advertisements
Anúncios

Corinthians perdeu o ano em dois meses

A eliminação, mais uma em pré-Libertadores, para o irrelevante Guarani/PA, em plena Arena de Itaquera, mais do que vexame trata-se de pá de cal financeira para as pretensões de Corinthians.

Um ano jogado no lixo em apenas dois meses.

Não há desculpas, nem mesmo a péssima arbitragem, que justifiquem uma agremiação com o investimento do Timão, em 180 minutos, não conseguir superar adversário tão limitado.

O reflexo será sentido na próxima reunião do Conselho Deliberativo que sequer poderá aprovar a previsão orçamentária de 2020, com votação adiada em duas oportunidades.

As contas, que já eram modestas (o clube previa chegar às oitavas do torneio continental), estarão bem defasadas.

Entre receitas, diretas e indiretas, a perda será de algumas dezenas de milhões de reais.

Sem falar no prejuízo esportivo.

Tudo o que o Corinthians vier a disputar até o final do ano será menos relevante do que o jogo de ontem.

O Paulistinha, por conta do baixíssimo nível técnico, poderá até ser conquistado, embora pouco acrescente, no atual contexto, à história alvinegra.

A luta do ano talvez seja a de passar pouca vergonha no Brasileirão.

Todo esse constrangimento tem causas absolutamente definidas:

  • contratações sem critérios técnicos, objetivando favorecer cartolas e seus intermediários;
  • presidente mais preocupado em juntar dinheiro e com a mudança à Europa, talvez, para fugir da justiça e de eventuais credores;
  • falta absoluta de recursos gerada por gestões temerárias subsequentes;

O Corinthians precisa de mudanças, reais, não ‘gattopardistas’ (propostas por gente que já se refastelou com os que aí estão), antes que seja tarde demais.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: