Advertisements
Anúncios

Previsão orçamentária agita ambiente do Conselho Deliberativo do Corinthians

Olivério Junior e Andres Sanches

O Conselho Deliberativo do Corinthians se reunirá, logo mais, sob a grande controvérsia da Precisão Orçamentária, que não foi aprovada em dezembro por suposta falta de quorum.

“De hoje não passa”, dizem alguns.

Eis o problema.

Sob o argumento de prejudicar a vida financeira alvinegra, a diretoria de Andres Sanches tenta aprovar flexibilidades na previsão que facilitariam desatinos da gestão.

Autorização para aumentos de despesas, etc.

A nebulosidade é tão grande que o Balanço do clube sequer chegou às mãos do Conselho Fiscal, que, se o receber poucas horas antes da reunião, em aprovando, o fará sem tempo de analisá-lo, certamente por pressões políticas.

Dentre os que defendem as mudanças na previsão, principalmente diante desse contexto de pouca transparência, boa parte exigirá que sejam válidas apenas em 2021, evitando, assim, que se beneficie o contumaz infrator.

O fiel da balança, dizem alguns, será o direcionamento de voto dado pelo dono da Kalunga, Paulo Garcia, que mantém sob cabresto algumas dezenas de conselheiros.

Nos últimos tempos, esse grupo tem votado com a diretoria.

Em meio ao período eleitoral, o comportamento, por diversos fatores, não é mais tão previsível.

ATUALIZAÇÃO:

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: