Advertisements
Anúncios

Calote da Portuguesa em impostos atinge 111,5 milhões

Fala-se bastante do enorme passivo trabalhista da Portuguesa, que, corrigido, pode atingir soma de R$ 50 milhões, mas pouco das pendências geradas por calotes em impostos, que, em valores, são bem mais expressivas.

No total, a Lusa deve exatos R$ 111.548.725,68.

  • R$ 53,1 milhões em tributos diversos;
  • R$ 47,7 à previdência;
  • R$ 1,6 milhão em multas trabalhistas
  • R$ 9 milhões ao FGTS

Os calotes estão compreendidos entre 2006 e 2019.

Ou seja, a comemoração pelo início do processo de tombamento do estádio do Canindé, que serve apenas para atrapalhar os credores, em nada refresca a situação financeira do clube.

De que adianta manter um estádio caindo aos pedaços se nem a conta de luz o clube consegue pagar?

Diversas soluções se apresentaram (inclusive com participação de credores), ao longo dos anos, para ajudar a Portuguesa a eliminar as dívidas, construir uma Arena menor e seguir adiante, com folga para investir no futebol, mas nenhuma delas deu certo porque os governantes estavam mais preocupados em garantir a própria lucratividade do que em salvar o clube de um fim triste que parece, lamentavelmente, cada vez mais próximo de acontecer.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: