Advertisements

Dívida de Andres Sanches com o Fisco atinge R$ 24,7 milhões

Nos últimos meses, o presidente do Corinthians, Andres Sanches, tem vendido, a toque de caixa, bens adquiridos nos treze anos em que, coincidentemente, manteve-se como ‘todo poderoso’ no Parque São Jorge.

Concomitantemente, o cartola procura moradia na Espanha, país que lhe concedeu cidadania.

Delatado por executivos da Odebrecht como recebedor de propinas para facilitar o sobrepreço da Arena de Itaquera, além de enrolado na justiça criminal em diversas ações, boa parte delas sob acusação de crimes de ‘arara’, são muitos os motivos que podem fazer Sanches desistir do país.

Entre os principais estão as sonegações fiscais.

A dívida pessoal de Andres Sanches, em fase de execução, referente a calotes em impostos, é de exatos R$ 24.771.618,81.

Abaixo, o detalhamento com os respectivos números de procedimentos:

  • 72 2 17 000103-80 – R$ 431.715,48
  • 72 4 17 000034-85 – R$ 2.855.963,84
  • 72 6 17 000411-01 – R$ 664.177,59
  • 72 6 17 000412-92 – R$ 1.328.355,39
  • 72 7 17 000373-22 – R$ 431.715,48
  • 80 2 12 000664-00 – R$ 6.394.306,09
  • 80 6 12 001749-03 – R$ 2.886.037,57
  • 80 6 12 001750-47 – R$ 8.037.820,15
  • 80 6 12 000998-44 – R$ 1.741.527,22

Todo esse montante está compreendido entre os anos de 2012 e 2017, período em que Sanches, ainda que não na presidência, comandou negociações no departamento de futebol e também do estádio alvinegro.

Neste período, a única renda comprovável do cartola é o salário recebido como deputado federal, que hoje está na casa dos R$ 33,7 mil.

Ao longo de quatro anos, os vencimentos, contando com ‘extras’, somariam, se tanto, algo em torno de R$ 2 milhões, ou seja, menos de 10% da dívida tributária adquirida, que, para atingir o valor cobrado exigiria recebimento mais do que triplicado de recursos.

Em resumo, a conta não fecha.

Mas os pepinos do cartola alvinegro não param por ai.

Empresas ligadas a sua família, acusadas de, com ele, praticarem os ‘golpes de arara’, apontados em ações judiciais diversas, devem impressionantes R$ 122,7 milhões ao Fisco.


Sol Embalagens Plasticas Eirelli

R$ 96,1 milhões

Sol Embalagens Plasticas Ltda

R$ 6 milhões

Orion Embalagens

R$ 19 milhões

Demais empresas do grupo SOL, somadas:

R$ 1,6 milhão


Parte desses problemas, por razões óbvias, atingirão o patrimônio (o que sobrar) de Andres Sanches.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: