Advertisements
Anúncios

Fisioterapeuta consagrado e conhecido como o “Gordo mais rápido do Brasil” sofre com problemas de saúde e financeiros

Por JULIO PEIXOTO DO NASCIMENTO

À primeira vista quando vemos o Sr. Mozart enfrentando graves dificuldades de locomoção e problemas por conta da obesidade, que em outros anos fora motivo de orgulho, não imaginamos o tanto de conhecimentos e habilidades que este conhecido fisioterapeuta possui no mundo do futebol mais especificamente na recuperação de atletas.

Natural de Serra Dourada (BA), Mozart Soares de Souza, 67 anos, começou ainda cedo seu envolvimento com o esporte. Fora com apenas 14 anos de idade, em 1967, que surgiu a oportunidade de trabalhar como auxiliar do médico e massagista do time T Maia, de Araçatuba (SP), do grande empresário brasileiro Sebastião Ferreira Maia.

Durante o tempo de aprendizado no T Maia, e com extrema facilidade de aprendizado, passou a realizar procedimentos fisioterápicos como infravermelho, ultrassom e outros, sempre visando a recuperação dos atletas. Em 1974 partiu para sua primeira experiência profissional, como fisioterapeuta e preparador físico da Associação Esportiva Araçatuba.

De lá passou por diversos clubes em especial no interior de São Paulo e Paraná. Contaram com os ótimos serviços do fisioterapeuta Mozart clubes como Athletico Paranaense, Penapolense, Londrina, Astral, Grêmio de Maringá, São Carlense, Noroeste de Bauru e Marília, onde participou da campanha que levou ao título da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 1979. Devido ao porte físico com grande peso ganhou a fama de o “Gordo mais rápido do Brasil” por sempre chegar de maneira veloz ao atleta lesionado em campo, tendo realizando diversas matérias para veículos de comunicações esportivos de alcance nacional.

Sr. Mozart relembrando os tempos de Marília

Equipe do Marília que subiu de divisão no Campeonato Paulista de 1990, com Sr. Mozart em destaque

Mudança dos rumos

Mas foi no ano de 2011 que o estado de saúde de Mozart ficou extremamente complicado, ao ponto de refletir até nos dias atuais. Em uma noite fria quando trabalhava para o Prudentópolis (PR), e após um dia inteiro tratando de alguns atletas do clube, resolveu dormir nas instalações do Centro de Treinamento pois iriam viajar cedo para disputa de uma partida do campeonato paranaense.

No meio da madrugada enquanto dormia levou uma picada no pé direito por uma Aranha Marrom e, a partir daquele momento, sua vida nunca mais foi a mesma. O veneno do aracnídeo gerou uma série de problemas como diabetes, problemas nos rins, fígado e estômago, além de ‘apodrecer’ seu pé. O sobrepeso que tinha passou a ser um dos grandes inimigos para Mozart, que pesava cerca de 180kgs na época, gerando o rompimento parcial do Tendão de Aquiles da perna que ainda estava boa.

Mozart em ação pelo Prudentópolis no ano em que foi atacado por uma aranha marrom

Demitido do Prudentópolis e sem ter sido registrado na agremiação paranaense e em alguns clubes por onde trabalhou, Mozart foi morar em Santos (SP) no humilde bairro de Santa Maria com sua irmã, onde vive com uma aposentadoria que mal lhe ajuda em suas necessidades diárias.

Todos os dias frequenta a policlínica do bairro em que vive para troca dos curativos de seu pé infeccionado pelo veneno, onde por vezes enfrenta falta de medicamentos adequados para o combate do mal que lhe assola.

Sr. Mozart enfrenta dificuldades de locomoção devido a grande sobra de pele
Dificuldades de locomoção fazem parte do dia-a-dia de Mozart

Pé do fisiterapeuta danificado pelo veneno da Aranha Marrom

A grande perda de peso também o fez ficar refém de incríveis 42kgs de pelanca, o que acaba lhe fazendo enfrentar uma enorme dificuldade em se locomover no trajeto de ida e volta, pois anda como se estivesse pressionado a cair. Ele se encontra na fila do SUS para a retirada desta sobra de pele, mas sem nenhuma previsão de quando irá realizar.

Volta ao futebol

Embora a sua situação no momento não seja favorável, Mozart sonha em voltar a atuar no futebol fazendo o que mais sabe: tratar de lesões. De vez em quando e sem cobrar nada por isto ajuda atletas que passaram por suas mãos, atletas amadores e pessoas comuns com lesões dando conselhos e dicas que só alguém com mais de 50 anos de experiência na área conhece.

Mozart sonha com a volta ao trabalho

Vaquinha

Para aqueles que desejam ajudar de alguma forma o Sr. Mozar foi criada uma vaquinha, para arrecadação de fundos para seus gastos diários ou quem sabe fundos suficiente para uma operação da retirada de pele em uma clínica particular. O link para doação é o: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/ajuda-para-o-massagista-mozart-soares-de-souza

ARQUIVO PESSOAL

Mozart com o amigo de longa data e técnico da Portuguesa Santista Sérgio Guedes

Mozart agachado no lado direito trabalhando com o time sub-17 do Athletico Parananense e abaixo vídeo comentando foto e também sobre o furacão

Mozart com atleta japonês que atuava na base do Marília em 1990

No começo de carreira quando era fisioterapeuta do time de futsal do Hospital Sagrado Coração em Araçatuba

Mozart em passagem pelo Cortinthians de Prudente

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: