Advertisements
Anúncios

Mãe de jogador de basquete do São Paulo pede que o clube trate demais funcionários com o rigo adotado no ‘caso Jean’

O Blog do Paulinho recebeu manifestação de uma associada do São Paulo, que será identificada como Rosemary – porque teme represálias no clube – inconformada com pesos e medidas diferentes, adotas pela diretoria do São Paulo, em casos, de alguma maneira, semelhantes.

“É intrigante a atitude do São Paulo. Mandou o Jean embora por causa da atitude violenta dele para com a família, mas, nas categorias de base do basquete, existe uma equipe técnica que prima pela violência física e emocional para com pais, mães, atletas, arbitragem”

“Provas cabais, Boletins de Ocorrência, cartas de repúdio, processos,denúncias no Conselho tutelar… nada faz a diretoria do clube mudar de comportamento”

“O São Paulo, nada faz para repreendê-los”

“Se eu fosse o Jean perguntaria ao clube:”por quê dois pesos e duas medidas para o tratamento com funcionários do clube?”

É evidente que a diretoria do Tricolor acertou em demitir o goleiro pelo lamentável episódio da agressão a sua esposa, mas, de fato, soa estranha a aparente proteção aos que, segundo diversas testemunhas, provocam aos garotos do clube situações graves de constrangimento.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: