Advertisements

Banido do futebol por compra de resultados é membro do Comitê Anti-Dopagem da Copa do Mundo sub-17

No dia 13 de dezembro de 2018, o então auxiliar de fisioterapia do Brasiliense, Pedro Crema, recebeu do STJD a pena de eliminação do futebol, além de multa no valor de R$ 10 mil.

O profissional infringiu o art. 241 do CBDJ:

“Dar ou prometer qualquer vantagem a árbitro ou auxiliar de arbitragem para que influa no resultado da partida, prova ou equivalente”

Crema confessou ter oferecido R$ 20 mil ao árbitro Vanderlei Soares de Macedo (autor da denúncia) para que favorecesse o Manaus diante do CSA, em partida a ser disputada no dia 07 de fevereiro daquele mesmo ano.

A partida terminou com resultado de dois a dois.

Segundo as investigações do caso, o fisioterapeuta teria agido como intermediário de apostadores em resultados de esporte.

Neste mês, menos de um ano após o referido julgamento, iniciou-se a disputa da Copa do Mundo sub-17, no Brasil.

Uma das sedes é em Brasília.

De maneira ilegal, Pedro Crema foi designado pela CBF, com a conivência e anuência da FIFA, para o posto de membro da Comissão Anti-Dopagem do Mundial e tem atuado, ostensivamente (a ponto de ser flagrado pela TV), em todas as partidas.

Trata-se de um escândalo que compromete, certamente, a credibilidade do torneio.

Como acreditar na lisura dos procedimentos anti-dopagem?

Apesar de banido do futebol, Crema, amparado pelos padrinhos, manteve-se próximo dos gestores da Casa Bandida, chegando a indicar, no meio do ano, palestra do atual diretor de futebol da entidade, Juninho Paulista, que contou também com a participação do desfrutável Walter Feldman.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: