Advertisements

Oficial de Justiça encontrou dificuldades para intimar Arena Itaquera S/A sobre a dívida do Corinthians com a CAIXA

Antonio Luis Gomes dos Reis Sampaio Garcia

Na última sexta-feira (13), oficial de Justiça do TRF-3 tentou intimar a Arena Itaquera S/A, sobre a notória pendência com a CAIXA envolvendo o estádio do Corinthians.

Compareceu à rua Iguatemi nº 151, endereço fornecido pela empresa aos órgãos de fiscalização.

Deu com os burros n’água.

No local, foi recebido pela senhora Ana Carolina, da BRL Trust, que, apesar de apresentar-se como gestora do Arena Fundo, disse não ter poderes para receber a citação.

O oficial dirigiu-se, então, à rua Itararé, sede da ‘Sampaio Garcia Sociedade de Advogados’, conseguindo intimar o bacharel em direito Antônio Garcia, que apresentou-se como gestor da Arena Itaquera S/A.

Coincidentemente, o escritório foi aberto em 2013, pouco após as tratativas de efetivação dos negócios do Arena Fundo.

Ontem (18), venceu o prazo para quitação, espontânea, da dívida do empréstimo executada pela CAIXA sem que se tenha notícia de pagamento.

Nos próximos dias, a movimentação jurídica entre as partes indicará que sanções o Corinthians, responsável, contratualmente, não apenas pelos pagamentos do acordo, mas também pelas garantias, sofrerá.

O bacharel Antonio Garcia, que apresentou-se ao judiciário como ‘gestor’ da Arena Itaquera S/A, apesar da enorme responsabilidade, é desconhecido nos bastidores alvinegros.

Formado em 2001, diz ter MBA em Finanças pela Fundação Instituto de Administração, que, em verdade, nunca foi finalizado (restando a entrega da Monografia final).

Garcia ingressou na Arena Itaquera S/A em 04 de abril deste ano (2019), eleito em assembléia após estranha destituição de Maurício da Costa Ribeiro e Rodrigo Boccanera Gomes, ambos ligados à BRL Trust.

O currículo do novo gestor da empresa não é dos mais aconselháveis.

Sampaio, amante de vídeo-games, fez parte do Conselho de Administração do banco BVA, justamente no período em que a diretoria foi acusada de diversas irregularidades cometidas em conjunto com a Asset Management, num golpe que gerou rombo de R$ 8 bilhões a Fundos de Pensões.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: