Advertisements

Enquanto corta direitos da população, Governo sugere anistiar dívidas de clubes de futebol

“Acabou a moleza”, “tolerância zero contra a corrupção”, entre outras frases de efeito foram amplamente utilizadas pelo bolsonarismo nas últimas eleições.

Os fatos posteriores revelaram a verdade.

Em entrevista à FOLHA, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, na tentativa de rebater nota oficial de Guilherme Afif, assessor especial do Ministério da Economia, dando conta de sua contrariedade à possibilidade de novo refinanciamento das dívidas de clubes de futebol, previsto na tentativa de transformá-los em empresa, acabou por entregar o titular da pasta, Paulo Guedes, e seu indecente desejo de anistiar as pendências:

“A proposta do ministro Paulo Guedes, de início, era anistiar os clubes, mas concordamos que não seria esse o caminho”

Para não dizer que se trata de coisa antiga, o encontro entre Guedes e Maia, para discussão desse assunto, se deu ontem (15), na residência do Presidente da Câmara.

O deputado Pedro Paulo, relator do Projeto de Lei, também confirmou as intenções do Ministro da Economia:

“Me estranha essa declaração [de Afif], oposta ao que disse o ministro Paulo Guedes, em reunião na residência do presidente Rodrigo Maia. O ministro apoiou integralmente o projeto e ainda foi mais ousado em sugerir até mesmo anistia (…)”

Na surdina, enquanto retira direitos da população, o Governo Bolsonaro trabalha para facilitar a vida dos cartolas, renunciando ao direito de receber valores que superam bilhões de reais, boa parte destes fruto, quando não de corrupção, da notória má-gestão dessas agremiações.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: