Advertisements

Corinthians apropriou-se, indevidamente, do ‘direito de arena’ de seus jogadores

Andres Sanches e Raul Corrêa da Silva – janeiro de 2019

O Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo ingressou com ação judicial, no Tribunal Regional do Trabalho, para cobrar ‘direito de arena’ que o Corinthians não repassou a seus jogadores.

A lei exige 5% sobre os contratos firmados com a Rede Globo.

Somente em 2019, o clube receberá valores próximos de R$ 200 milhões da emissora.

A Justiça designou perito para avaliar a dívida alvinegra, que remete, inclusive, aos acordos anteriores, iniciados décadas atrás.

Para agilizar o repasse, assim que constatado o real valor da pendência, a rede Globo será notificada a descontar do clube recebíveis futuros, que somar-se-ão a outros adiantamentos tomados, recentemente.

Repetem-se, novamente, problemas financeiros do clube por conta da política de sonegar impostos, e, pior, apropriar-se, indevidamente, da quantia, o que, em tese, poderia ser tratado como delito criminal.

Segundo a FOLHA, outros clubes também possuem dívidas semelhantes, mas em volume menor do que as do alvinegro de Parque São Jorge.

EM TEMPO: vale lembrar que, além dos impostos, o Corinthians segue não pagando em dia os salários dos jogadores, que disfarça, contabilmente, como ‘direitos de imagem’.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: