Advertisements

Sérgio Moro e os ‘hackers’

Ontem (24), o Ministro da Justiça Sérgio Moro, em tentativa de desviar o foco de seus desvios de comportamento enquanto juiz e coordenador, informal, do Ministério Público Federal, comemorou a prisão de alguns ‘hackers’, ligando-os, ainda sem comprovar, ao vazamento de mensagens trocadas pelo próprio com procuradores da ‘Lava-Jato’.

Como se a origem do material fosse mais relevante do que o conteúdo.

Em alguns dicionários, a definição de mau-caráter é: “que ou quem tem um caráter mau; que ou quem é capaz de atos traiçoeiros; que ou quem não é pessoa confiável”

Diante das mensagens expostas, em trabalho correto do site ‘The Intercept’, parece difícil confiar em Sérgio Moro.

A explicação é óbvia, mas vale sempre a pena reiterar, diante da campanha incessante de distorção de fatos protagonizada pelos que possuem interesse em defender o sistema, não a verdade: quando a informação é de interesse público, o jornalista tem a obrigação de checá-la e, após confirmação da veracidade, publicá-la, independentemente se a fonte é o Papa Francisco ou o Marcola.

Os ‘hackers’ presos pela Polícia Federal devem responder pelos crimes que cometeram, sejam quais forem, mas não podem servir de ‘pano’ para delitos do qual não fazem parte, envolvendo promiscuidade e conspiração entre um juiz federal e os procuradores do MPF, os quais sequer conhecem.

Até mesmo se comprovada a teoria de Moro, sobre ação orquestrada para expor a ‘lava-jato’, ainda que financiada por interessados (o que parece inverossímil diante da divulgação de que existem centenas de vítimas, inclusive jornalistas), em nada modifica o teor das mensagens que revelam graves desvios de comportamento, contendo indícios de ações criminosas entre seus interlocutores.

Que todos paguem pelos erros que cometeram.

Sejam os tais hackers ou os que detinham poder nas mãos e utilizaram-no para interferir na política nacional e no destino de acusados, que, comprovadamente, não tiveram inquérito nem julgamento pautados na imparcialidade.

Advertisements

Facebook Comments

2 comentários em “Sérgio Moro e os ‘hackers’”

  1. Os hackers estão cantando em alto e bom tom como Pavarotti pra PF. A casa caiu pro verdevaldo….

  2. Tradicional armação da PF corrupta e corrompida. Os rapazes, que já tem “passagem”, vão dizer o que o Moro mandar para não ir pra cadeia…aguardem!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: