Advertisements
Anúncios

TJ-SP mantém multa ao Corinthians por venda casada em conjunto com os Gaviões da Fiel

Em 2016, o Corinthians recebeu multa do PROCON pela prática de ‘venda casada’ nos ingressos para a primeira partida da final da Libertadores 2012, na Argentina, contra o Boca Juniors.

R$ 114,6 mil.

O clube decidiu, então, entrar na Justiça, alegando não ser responsável pelo procedimento de terceiros.

Passou vergonha.

Relatório do PROCON comprovou que o Timão recebeu 1.815 entradas para o jogo, e, que destes, disponibilizou, ‘gratuitamente’, 1.500 os Gaviões da Fiel.

Sempre ‘esperta’, a ‘organizada’ vendeu todos os ingressos condicionando-os a um pacote de viagem em sua caravana.

Ou seja, venda casada.

Dos demais, apenas 315 foram disponibilizados ao torcedor ‘comum’, ainda assim através da CVC, em parceria com a divulgada “agência de viagens oficial do Corinthians”, antes denominada ‘Vai Corinthians’, renomeada agora para ‘Invasão Corinthiana’.

A Justiça deu ganho de causa ao PROCON, condenando o clube a pagar, além da multa, mais R$ 12 mil em custas processuais, decisão que foi mantida na última semana, em recurso ao TJ-SP.

Não é segredo para ninguém no Parque São Jorge a prática do ‘comodato’ entre cartolas mal-afamados do alvinegro e membros dos Gaviões, que recebem ingressos, por vezes, como ocorreu na final da Libertadores, de maneira gratuita, enganam os demais torcedores ao revendê-los para depois, sem o menor pudor, racharem o lucro com seus ‘fornecedores’.

Porém, desta vez, além de ocasionarem prejuízo na arrecadação alvinegra, geraram também custosos problemas judiciais.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: