Advertisements

A absolvição de Bandeira de Mello

Com justiça, o Conselho de Administração do Flamengo absolveu o ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello, acusado de manipular, indevidamente, as últimas eleições.

Foram 47 votos contra 41 e uma abstenção.

O “crime”, supostamente cometido, era de banalidade tão gritante que chegava a gerar constrangimento alheio a quem dele tomava conhecimento: uma briguinha pelas cores que representariam as chapas no referido pleito.

Bobagem digna do raso nível intelectual do Conselho Deliberativo do Flamengo, explicadora dos anos de má-gestão esportiva que assolam a agremiação.

Enquanto isso, razões mais sérias, desde criatividade contábil, passando por nebulosidades no futebol, até o descaso culminador da tragédia no Ninho do Urubu, que deveriam levar Bandeira de Mello, se não à expulsão, a graves sanções no Flamengo, seguem sem a devida abordagem.

O que falta de coragem, amor ao clube e seriedade, aparentemente, sobra em incapacidade aos conselheiros rubro-negros – pelo menos a parte deles.

Advertisements

Facebook Comments

1 comentário em “A absolvição de Bandeira de Mello”

  1. O Bandeira de Melo foi a maior conquista que o flamengo teve nos ultimos 50 anos resgatou a dignidade de uma instituição ate entao falida nao so administrativa e financeira como no resgate moral perante a sociedade.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: