Advertisements

Operação “Lava-bola” será bem mais complexa do que a “lava-jato”

Durante a semana, falou-se bastante da iniciativa louvável de conselheiros ligados aos quatro grandes clubes da capital paulista, que propuseram ao Ministro Sergio Moro a criação de uma operação “Lava-Bola”, nos moldes ou inspirada na famosa “lava-jato”.

O grupo está sendo tradado pela alcunha MMF (Movimento Moralizador do Futebol).

A investigação, porém, apesar dos negócios escusos do mundo da bola serem mais explícitos (por conta da impunidade) do que os realizados nos subterrâneos da política tradicional, será, no que parece um contrassenso, bem mais complicada.

É evidente, há anos, a falta de vontade de promotores, políticos, juízes e até desembargadores em descobrir e punir muitas destas verdades.

Boa parte destes, atuantes nos bastidores de clubes, federações e confederações.

Esta é a razão de Sanches, Del Nero, Aidar, Pereira, Landim, Dinamite, Teixeira (s) e demais personalidades serem tratados, inclusive por parte da mídia, como grandes gestores, quando deveriam ser devidamente qualificados por seus atos.

A verificar, também, se o político Sérgio Moro, sempre seletivo em suas causas (o PSDB que o diga!), terá coragem de colocar a mão em vespeiro tão voraz.

Se os envolvidos na apuração – se ela acontecer, conseguirem romper essa barreira de proteção certamente encontrarão farto material para colocar na cadeia 80% dos cartolas brasileiros, seus prepostos, muitas autoridades, dezenas de jornalistas e até jogadores de futebol.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
Powered by
%d blogueiros gostam disto: