Advertisements

Em 2015, jogador do Flamengo com perna fraturada foi retirado por “carrinho de mão” no Ninho do Urubu

O desleixo do Flamengo com a estrutura do Ninho do Urubu não atinge apenas as categorias de base, mas também jogadores profissionais.

Em 2015, o goleiro Paulo Vitor passou pelo constrangimento (e desespero) de ser retirado do gramado, após grave fratura na fíbula da perna direita, por uma carrinho de mão, utilizado por pedreiros do clube, em vez de ter sido levado, adequadamente, numa maca.

À época, os criativos cartolas rubro-negros disseram que tratava-se de uma decisão médica.

A presidência do Flamengo já era ocupada pelo “Beenedeessense” Eduardo Bandeira de Mello, que, em conjunto com os atuais “Eikenses Batistentes” (são todos do mesmo grupo político), alardeavam modernidade e competência na gestão do clube.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: