Advertisements

Corinthians omite informações relevantes ao anunciar acordo trabalhista ‘dos sonhos’

Ontem (27), o Corinthians, através de comunicadores parceiros, noticiou a adesão do clube a um novo sistema de parcelamento de débitos trabalhistas, que adequariam os pagamentos ao fluxo de caixa alvinegro.

Festejou-se, também, o que implicaria no fim dos bloqueios judiciais.

Vamos aos fatos.

Aderir ao sistema noticiado requer, como em toda negociação, a aceitação da outra parte.

Os credores que insistirem em receber através do sistema anterior, interceptando recebíveis do Timão, seguirão, desta maneira, a execução de seus processos.

Quem aderir, entrará numa fila que, factualmente, diante da realidade do dinheiro que circula nos caixas do Corinthians, poderá levar gerações inteiras para ser suprida.

Outro ‘esquecimento’, nas informações veiculadas, é que esse acordo, por óbvio, atinge apenas o que é abrangido pela CLT, deixando de fora os contratos de imagem e demais artifícios semelhantes.

Justamente o montante maior.

Ou seja, seguirão, da maneira que estão, as ações cíveis contra o clube, responsáveis, muito mais do que as causas trabalhistas, pelos valores mais expressivos das restrições financeiras do Timão.

Ao final, as grandes ‘vítimas’ serão os funcionários mais humildes, que, desesperados, aceitarão o sistema de ‘conta-gotas’, enquanto os ricos agentes e seus beneficiados – cartolas entre eles – embolsarão das cotas de Rede Globo, dos acordos de patrocínios e demais fontes relevantes de receitas do Corinthians.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: