Advertisements

CT Rei Pelé foi doação do maior jogador de todos os tempos ao Santos

Tempos atrás, o Santos anunciou, sem fechar o negócio formalmente, a contratação do treinador V(W)anderlei(y) Luxemburgo, quando este estava no auge e pouco sabiam de seus hábitos de bastidores.

Porém, a assinatura do contrato quase não aconteceu.

Luxemburgo questionou os dirigentes sobre os locais utilizados pelo Peixe para treinar a equipe de futebol e, ao saber de quais se tratavam, questionou:

“Vocês não tem CT ? Sem CT eu não trabalho”

Desesperados com a possibilidade do acordo melar, novamente, os cartolas correram atrás de Pelé, implorando auxílio para a construção do Centro de Treinamento.

Após algumas reuniões, a solução foi encontrada: a UNICOR, através de Renato Duprat – com fama notória de trambiqueiro – respondeu que não poderia arcar diretamente com os custos, mas teria disponível ainda verba a ser utilizada em divulgação comercial, e que, se Pelé topasse, colocaria em diversas mídias inserções do Rei com a marca da empresa, transferindo os valores a serem pagos de cachê às obras do CT.

Pelé topou e tudo aconteceu.

Os comerciais foram protagonizados pelo próprio e alguns de seus familiares, entre os quais o então goleiro Edinho.

Não à toa, o Centro de Treinamento foi batizado “CT Rei Pelé”.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: