Advertisements

Rede Globo omite-se em momento crucial da história brasileira

O TSE negou pedido do candidato Fernando Haddad para que a Rede Globo cedesse-lhe espaço no horário do debate, pré-determinado, de postulantes à presidência, mas que deixará de acontecer pelo não comparecimento, sob frágil justificativa, de Jair Bolsonaro.

A emissora, em momento crucial da história brasileira, omitiu-se.

Faltou, durante o período eleitoral, editorial que esclarecesse ao público a posição oficial da Globo nessa disputa, que limitou-se a protocolar cobertura jornalistica, sem o aprofundamento necessário da questão.

Há de se louvar a tentativa de jornalistas de Globo News, canal a cabo do grupo, que, por vezes, deixavam fazer notar o que pensavam, mas, por conta da audiência, sem o mesmo alcance e relevância.

Deveria a Globo, pelo bem da democracia, mesmo que seguisse sem revelar seu posicionamento, manter, no horário do debate, a oportunidade daquele que não teve medo de expor suas ideias, mesmo sob risco de enfrentar duros questionamentos dos jornalistas da casa – como ocorreu, em exemplo, no Jornal Nacional – concedendo espaço idêntico a Bolsonaro, que poderia abrir mão ou não de utilizá-lo, isentando a emissora da acusação de deslealdade.

Ao cancelar o programa, a Globo, mesmo que não fosse o objetivo, pendeu para o lado do capitão, atendendo a seus desejos, incompatíveis com o comportamento esperado de um líder da nação, frustrando a expectativa da parte ainda indecisa da população.

É inegável que uma exposição de horas no horário nobre global, atingindo público à margem das movimentações em redes socais, decide eleições.

Dependendo do que vier a acontecer no próximo domingo, o erro de comportamento poderá manchar a biografia de quem, recentemente, se viu obrigada a, em editorial, pedir desculpas pelo apoio à ditadura, nos anos 60.

Omitir-se diante de quadro semelhante é pior do que o apoio passado, contextualizado na ignorância do que estava por vir, argumento este que não mais poderá ser repetido em novo pedido de desculpas ao povo brasileiro.

Advertisements

Facebook Comments

3 comentários em “Rede Globo omite-se em momento crucial da história brasileira”

  1. Mas se o TSE negou, por que a Globo teria que atender? Aí sim, estaria tomando partido. Ele e o outro candidato já vem se manifestando no horário gratuito, nas inserções, e nas reportagens. O que isso acrescentaria? Mesmo porque, com as últimas posições (ou mudanças de posições)
    que ele tem tomado só faltou ele dizer que não é mais do PT, que agora pertence a uma “frente democrática”.

  2. De acordo com o que disse o capitão: “quem gosta de conversar com poste é bêbado”, e o bêbado do andraAn está preso em Curitiba.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: