Advertisements

Bolsonaro, as mentiras, o preconceito e os quilombolas

Entres as inúmeras manifestações preconceituosas do candidato a presidente Jair Bolsonaro está a que desrespeita os quilombolas:

“Eu fui num quilombo. O afrodescendente mais leve lá pesava sete arrobas. Não fazem nada. Eu acho que nem para procriador ele serve mais. Mais de R$ 1 bilhão por ano é gasto com eles”

“Se eu chegar lá (na Presidência), não vai ter dinheiro pra ONG. Esses vagabundos vão ter que trabalhar. Pode ter certeza que se eu chegar lá, no que depender de mim, todo mundo terá uma arma de fogo em casa, não vai ter um centímetro demarcado para reserva indígena ou para quilombola.”

Reportagem de Igor Carvalho, do “De Olho nos Ruralistas”, revela que o comportamento preconceituso, aparentemente, foi inserido numa lorota contada pelo candidato, que, segundo testemunhas, nunca esteve no quilombo citado em seu deplorável discurso.

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: