Advertisements
Anúncios

Corinthians terá que suar sangue, com jogadores insatisfeitos, para não cair pela segunda vez

A derrota do Corinthians, na final da Copa do Brasil – torneio tratado como prioridade pela diretoria – diante do Cruzeiro, trouxe pânico aos departamentos de futebol e financeiro do clube.

A insatisfação dos jogadores, com mais de R$ 60 milhões de atrasos à receber, até então contida, deverá extravasar nos dias que estão por vir, assim como o desespero de quem não tem de onde tirar dinheiro para pagá-los.

Pior: o clube dependerá do empenho de todos para evitar o rebaixamento à Serie B do Brasileirão, o segundo de suas história, ambos sob o desmando de Andres Sanches.

Pode custar caro a escalação de reservas em partidas chaves, principalmente na recente derrota diante do Santos, no Pacaembu, que deixou o Timão a apenas quatro pontos da degola.

Os próximos jogos do Corinthians não serão nada fáceis.

Fora de casa: Vitória, Botafogo, Cruzeiro, Grêmio e Atlético/PR; em Itaquera: Bahia, São Paulo, e, talvez, duas molezas: Chapecoense e Vasco da Gama.

Por ironia do destino, se houver a queda, ela poderá se dar contra o Grêmio, no Rio Grande do Sul, exatamente como em 2007.

Se dá última vez Andres Sanches conseguiu jogar, injustamente, nas costas do antecessor, Alberto Dualib, a conta do desastre, desta vez, com a “mão na massa” desde o princípio, bolsos cheios e absoluta incapacidade de gerir futebol (os principais títulos dos últimos anos, que atribui a si, foram conquistados por outros presidentes), deverá, mesmo em escapando do rebaixamento, receber o justo tratamento de quem, há mais de uma década, afunda o Corinthians em dívidas na mesma proporção de seu “coincidente” enriquecimento pessoal.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: