Chance de tombamento do estádio do Canindé é remota

Tentando se salvar da quase inevitável perda do estádio do Canindé, seja por leilão ou adjudicação aos credores, conselheiros da Portuguesa batalham para dar sequência ao processo de tombamento do clube, que, em tese, inviabilizaria o negócio.

Mas as notícias oriundas de fontes da Prefeitura não são promissoras.

Assessor de uma das secretarias do Prefeito João Agripino Dória garantiu ao Blog do Paulinho que o tombamento não ocorrerá:

“O lobby é muito forte para que não ocorra (o tombamento) porque a localização é estratégica para o setor imobiliário”

“O Prefeito, que precisa do apoio dessa gente para se lançar Governador, não comprará esta briga… ao contrário, trabalhará contra a Portuguesa, que não lhe adiciona quantia considerável de votos”

Ao que parece, se a Portuguesa não encontrar meios de garantir o pagamento a seus credores, terá que socorrer-se exatamente da Prefeitura, mais especificamente do estádio do Pacaembu, para mandar seus jogos, se ainda houver, diante do caos de sua administração, campeonatos minimamente relevantes a disputar.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.