Advertisements
Anúncios

Caso Scarpa demonstra “esperteza” de dirigentes do Palmeiras

Logo após a contratação de Gustavo Scarpa, dirigentes do Palmeiras posavam no clube como se fossem os “arautos” da “esperteza”.

“Demos uma rasteira no Fluminense”, comemoravam.

Resumindo: sem se preocuparem com a ética, utilizando-se da “lei” como muleta para a “imoralidade”, os cartolas palestrinos, segundo informações, teriam aliciado Scarpa para que este entrasse na justiça contra a equipe carioca, e pudesse ser retirado, “na mão grande”, das Laranjeiras e trazido para São Paulo.

Antes, porém, em teatro (sem avisar o que tramavam por detrás), diretores do Palmeiras reuniram-se com dirigentes do Flu para, supostamente, negociar a rescisão.

Com a liminar em mãos, Scarpa transferiu-se para o Palmeiras.

Ontem, após decisão judicial que mudou todo o quadro, o Verdão passou pelo vexame de ter que rescindir o contrato do jogador e agora, com pires nas mãos, terá que se submeter aos desejos da equipe carioca para contratar o atleta.

Não se entra aqui no mérito do problema entre Scarpa e Fluminense, que será resolvido na Justiça Trabalhista, mas na “esperteza” de dirigentes que, desmedida, acabou por engolir os próprios “espertos”.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: