Advertisements
Anúncios

Nomeação do “totó” de Paulo Garcia ao futebol do Corinthians gera insatisfação em aliados de Andres Sanches

Impressão

Ao anunciar novos diretores na manhã de ontem, o presidente do Corinthians, Andres Sanches, gerou grande insatisfação em seu núcleo principal de apoiadores, os pertencentes à famosa “Turma do Apelido”.

Evidentemente não por conta do departamento de piscina, em que foram alocados Marco Antonio de Paula, o Marcão, obedecedor de André Negão, e seu adjunto Fabrício Vicentim, ex-Fora Dualib, apenas para concessão da migalha significativa de uma “carteirinha”, mas do médico Jorge Kalil, colocado como adjunto do departamento de futebol, subalterno de Duílio “do Bingo” Monteiro Alves.

Os nomes principais do referido grupo de Andres Sanches, entre os quais André Negão, Mané da Carne e Jaça sequer foram consultados.

Ao menos os dois primeiros, se fossem, vetariam a escolha.

Kalil é o mesmo diretor da gestão Dualib que foi flagrado em escutas da Polícia Federal em conversa com o malfeitor Renato Duprat apontando-se como “laranja” de Carla Dualib, neta do ex-presidente, que saiu escorraçada do Parque São Jorge, acusada de manter contrato leonino com o marketing alvinegro.

Apesar da função de Kalil ao lado de Duílio no departamento de futebol ser apenas a de “passar pano” nos negócios de quem realmente comandará o setor, o deputado federal Andres Sanches e seus agentes prediletos (Fernando Garcia, Kia Joorabchian e Carlos Leite), dificilmente esse tipo de promiscuidade ocorre sem que a divisão do “prêmio” seja efetuada.

Ontem, o Blog do Juca revelou, em postagem intitulada “Oportunismo é isso aí”:

“Não faz muito tempo publiquei a foto abaixo aqui no blog. Cortei o último personagem do lado direito, Jorge Kalil, porque a nota se referia apenas a André Negão, Andrés Sanchez e Roberto Andrade.

Recebi, então, de Kalil, um telefonema agradecendo o corte porque, disse, não queria nunca mais aparecer ao lado da trinca.

Eis que ele acaba de ser nomeado diretor-adjunto de futebol do Corinthians por…Andrés Sanchez.

A cara de pau não tem limites…. “

Este procedimento não ocorreu apenas com Juca Kfouri.

O Blog do Paulinho, em exemplo, sempre recebeu manifestações de Kalil, em diversos períodos de sua trajetória política no Parque São Jorge, absolutamente desabonadoras a Andres Sanches e seu grupo.

“bandidos”, “bicheiros”, “ladrão de carga”, etc.

Certamente, do lado contrário, invertia o discurso.

Chegou a brigar com Mané da Carne, assessor de Andres Sanches, a quem tentou inviabilizar no clube participando de envio de informações à imprensa sobre desvios de conduta nas categorias de base, procurando, inclusive, o ex-delegado Romeu Tuma Junior, sob promessa de “entregar essa gente”, que, por conta disso, ainda advogado deste Blog do Paulinho, pediu para que “parasse de bater no dirigente”, ao que, prontamente, não foi atendido.

Outro que escutou de Kalil o discurso de que era “agente infiltrado para limpar o clube de dentro do sistema” foi o associado Rolando Wohlers, o Ciborg, que chegou, de boa fé, a acreditar na história, para decepcionar-se na sequência.

Depois, procurado por Andres Sanches, o médico voltou a se acertar.

É nas mãos de duas metades da mesma “laranja”, Duílio “do Bingo” e Jorge Kalil, o “totó” de Paulo Garcia, que o departamento mais rentável do Corinthians, o de futebol, está jogado, atendendo a interesses diversos, muitos deles lesivos ao clube.


Confira abaixo áudio da Polícia Federal, com a devida transcrição, em que Jorge Kalil aponta-se como “laranja” de Carla Dualib:

REDE RECORD

Renato Duprat conversa com o amigo Jorge Kalil e explica que havia no Corinthians uma espécie de complô para derrubá-lo, mas que Kalil poderia ficar tranquilo… ele seguiria no cargo, afinal, era o preferido de Carla Dualib.

RENATO DUPRAT

A Carla prefere, entre aspas, o “laranja”, você, do que o “laranja”… entendeu ?

JORGE KALIL

Não tenho dúvida…

RENATO DUPRAT

Você acredita no que eu estou te falando ? Ela tirou mais de R$ 200 mil…]

JORGE KALIL

Você tá brincando…

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

1 comentário sobre “Nomeação do “totó” de Paulo Garcia ao futebol do Corinthians gera insatisfação em aliados de Andres Sanches

  1. dualib ficou 13 anos no poder. o mafioso espanhol da vila dos remedio e seus asseclas edu gago gaviao + desembargadores que envergonha a classe + bandidinhos organizados de torcida + politicos + conselheiros venais vao completar os mesmos 13 anos no poder. dualib saiu como ladrao. deixou uma divida muito muito menos que a que tem hoje. ganhou campeonatos até mundial. o poder do espanhol mafioso vai se manter enquanto ele continuar distribuindo cargo no clube e tendo gente do nivel desse edu gago e sua corja ao seu lado. e agora com apoio declarado do homem da papelaria. mas o socio parece que prefere assim desse jeito

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: