Advertisements
Anúncios

O que é democracia?

Casagrande, Sócrates e a Democracia Corinthiana (Foto: Reprodução/ Instagram @andres23_9)

Da GQ

Por WALTER CASAGRANDE JUNIOR

Hoje, eu não poderia ter feito o que fiz? A manifestação do Corinthians em prol da democracia, assim como os Panteras Negras na Olimpíada de 1968, contribuíram para um mundo melhor

Vivemos tempos estranhos. Comemora-se a intervenção das Forças Armadas no Rio como se fosse uma solução eficaz e esquece-se de todas as últimas vezes (e não foram poucas nesta década) que blindados andaram pelas ruas e vielas da cidade e em nada resolveram a questão da criminalidade. Um extrato privilegiado da população bate no peito sem constrangimento algum para apoiar um defensor da ditadura (sem falar nas posições do mesmo sobre mulheres e homossexuais) que figura entre os favoritos na corrida presidencial. Pior, banqueiros o aplaudem de pé. O que fazer?

Lamentar é a solução mais óbvia. Prefiro enfrentar com diálogo. Afinal, esta é a grande conquista da democracia. Foi por isso, para ter liberdade de pensar, falar, vestir-se como quiser, de ter o partido político que preferir e defender as bandeiras em que acreditar que lutamos durante 21 anos. Todas essas manifestações, desde que feitas dentro da lei, com respeito e valores, fazem parte de uma democracia madura.

Daí a importância do esporte como palco, sim, de discussões políticas. Por que os atletas deveriam se abster? A democracia dá o direito a donas de casa, cabeleireiros, taxistas, apresentadores de televisão e também a atletas profissionais de se manifestarem politicamente. Faz parte do jogo.

Recentemente, recebi críticas e elogios por uma coluna publicada aqui na GQ sobre o apoio de jogadores de clubes paulistas ao mesmo candidato que cito no início deste texto. Os críticos me acusaram de tentar censurá-los. Não era isso. A minha posição foi apenas de cobrar responsabilidade dos atletas, para que fossem claros na defesa de seus ideais políticos. Assim como, na maioria das vezes, o são quando o assunto é religião.

É preciso valorizar o palco que o esporte oferece. Foi isso que Tommie Smith e John Carlos, ao repetir o gesto consagrado pelos Panteras Negras, fizeram durante os Jogos Olimpícos do México, em 1968, ao mostrar o quão urgente era a discussão sobre o racismo. Muhammad Ali, o maior boxeador de todos os tempos, negou-se a combater no Vietnã justamente por saber o valor que a decisão de um ídolo do esporte teria em torno do debate da guerra. Mais recentemente, atletas da NBA demostraram grande insatisfação com o governo de Donald Trump. Jogadores de futebol americano foram na mesma linha e muitos passaram a se ajoelhar durante a execução do hino nacional.

Por aqui, lembro sempre da Democracia Corinthiana. Sim, porque junto com Sócrates, meu grande parceiro, participei dela, e isso me enche de orgulho, mas mais ainda por acreditar que fomos peça importante para aumentar o coro que exigia o retorno da democracia. Eu tenho orgulho de ter participado, em 1979, de um show a favor da anistia dos presos políticos. Também me orgulho de, em 1982, ter feito um show para pedir a redemocratização do país. Eu tenho orgulho de ter participado do movimento das Diretas Já. E tudo isso enquanto era atleta profissional, jogador do Corinthians. Por que hoje eu não poderia fazer isso? Quem proíbe o jogador de participar disso está, indiretamente, apoiando ideias reacionárias.

E o caminho é inverso. Em um momento tão polarizado, extravasar isso é essencial. Só com o diálogo chegaremos a algum lugar. Espero que o esporte em geral continue exercendo sua função de servir de palco para ampliar as grandes discussões de um país, do mundo, para além da diversão.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

11 comentários sobre “O que é democracia?

  1. Democracia é um regime político de um PAÍS. A democracia corintiana não passou de um modelo de administração nas empresas conhecido como CO-GESTÃO, ou seja, a participação dos trabalhadores em decisões na empresa. Os atletas “líderes” do Corinthians na época apoiavam o PT e a ditadura cubana. Pasmem, pediam democracia e apoiavam a ditadura cubana. Só um imbecil para não perceber o mal que o PT fez ao país em 13 anos de roubalheira, ameaças a imprensa que denunciava estes roubos, financiamento de “blogs” com o dinheiro do pagador de impostos, financiamento através da lei Rouanet para artistas vagabundos que apoiaram estes ladrões.
    Diversos políticos petistas e aliados hoje mofam na cadeia.
    Casagrande já criticou e tentou censurar atletas que declararam o seu voto no deputado federal Jair Bolsonaro. O CENSOR Casagrande não admite opiniões de quem não concorda com ele,
    Sócrates e Casagrande são 2 mentiras que a imprensa não quer mostrar aos corintianos e aos brasileiros.

  2. Sempre haverá um Bolsominion para refutar o livre pensamento. Professores de história em todo o Brasil choram por achar que falharam em algum momento. Esses mesmos idiotas acham que a força e a intervenção são o caminho. Exaltam Ustra como herói. Goebbels nunca esteve em tanta evidência como nos dias atuais.

  3. Só se for professores que apoiam a esquerda que choram, os mesmos que tem como “heróis” os sanguinários chegue vara e Fidel Castro que mataram centenas de milhares de inocentes que tinham ideias diferentes (100 mil mortos dados oficiais do governo cubano)

    Mariguella aquele terrorista vagabundo que queria implementar o comunismo no Brasil a força, são por esses que esses professores choram

    E lembrando para os idiotas úteis de plantão (como Lênin se referia ao seus correligionários) que são analfabetos funcionais de história, ou melhor, tentam reescrever a história apagando parte dela e modificando outra partes, que Goebbels era nazista, que foi outro regime totalitário maldito de esquerda na qual o próprio Hitler disse em sua biografia quando estava preso, que se inspirou no comunismo para criar o nazismo.

    Ustra foi só mais um militar sem relevância nenhuma, perto dos atos que fizeram os que citei, mas parece que virou o pesadelo de muito esquerdopata que tem como herói esses genocidas, e não tem nem a vergonha na cara de disfarçar.

    Esse é o Brasil, um país cheio de gentinha HIPÓCRITA e imoral, que fala em combater a corrupção, o racismo, a homofobia, a violência, mas que apoia ditadores e terroristas que comete tudo isso, e depois vem pagar uma de bom mocinho.

  4. E peço cuidado aos que pesam diferente dos esquerdopatas nos comentários, não vamos refutar o livre pensamento e principalmente os atos deles

    Acredito que todos já sabem oq acontece quem contraria as ideias deles quando estão no poder, é uma bala na cabeça de uma AK-47

    Essa é a democracia “progressista” do socialismo em sua plenitude

  5. Essa “democracia” punia quem pensava diferente dos cabeças, um bêbado e um drogado que não gostavam de treinar. Fritaram PC Cajú e Rafael e os colocaram pra fora do clube. Leão que era hiper profissional também foi escanteado. O bêbado se foi e o drogado continua por aí vomitando regras e agora também mamando nas leis de incentivo fiscal. Me enoja pensar que estão fazendo um filme sobre a vida dessa criatura. Espero que não omitam o fato dele jogar dopado e colocar a vida de inocentes em risco pois no último surto capotou seu carro dirigindo loucamente pela Lapa. Figuras deploráveis como essa ainda tem o microfone na mão. Além dele o cuspidor na Band e o assassino na Fox

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: