Santos se livra de pagar R$ 10 milhões a empresário que dizia possuir 10% de Gabigol

Em 2017, o agente Cândido Padin Neto ingressou com ação judicial contra o Santos, cobrando 10% dos direitos de Gabigol, além de exposição de documentos da transferência do atleta ao Exterior.

O Peixe chegou a depositar, em juizo, a quantia de R$ 10 milhões.

Porém, no mérito, o pleito foi indeferido.

Padin Neto, em trapalhada, apresentou suposto aditamento contratual que lhe assistiria razão, porém não atentou-se do principal: a data de termino do vínculo que mantinha com Gabigol era anterior à assinatura de contrato do atleta com o clube de Vila Belmiro.

Diante do vexame, os R$ 5 mil de custas que terá que arcar, por decisão judicial, até que saiu bem barato.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.