Advertisements

O jogo sujo de Felipe Ezabella nas eleições do Corinthians

Felipe Ezabella

No lamaçal que envolve as eleições presidenciais do Corinthians, o candidato Felipe Ezabella tem se destacado com procedimentos de campanha dos mais reprováveis.

Dono de um discurso em que apresenta-se como o “novo”, suas práticas, de fato, relembram velhas táticas da cartolagem nacional.

Se, há uma semana, o candidato se escora nos “serviços” do desfrutável diretor jurídico do clube, Luis Bussab, para tentar vencer o adversário Roque Citadini fora do âmbito das urnas, com lobby e procedimentos judiciais diversos, nos bastidores a tática é desinformar e amedrontar o eleitor.

Ontem, em descuido, número de telefone que vem sendo utilizado para divulgar a campanha de Ezabella enviou, também, SMS a celulares de associados alvinegros com a seguinte mensagem:

“Vai jogar seu voto no lixo ? Roque Citadini deve concorrer, mas poderá assumir a presidência do Corinthians caso vença as eleições ?”

Jogo Sujo, típico de quem permaneceu durante anos, no Corinthians, na condição de diretor do deputado federal Andres Sanches, sem nunca ter se incomodado ou denunciado seus notórios malfeitos.

No vídeo abaixo, Osmar Stabile, candidato a vice-presidente da chapa de Roque Citadini, e o Dr. Haroldo Dantas, advogado do grupo, desabafam sobre as perseguições sofridas pela campanha:

Advertisements

Facebook Comments

Deixe uma resposta


%d blogueiros gostam disto: