Advertisements
Anúncios

Provável impugnação de Paulo Garcia coloca campanha de Andres Sanches em clima de velório

Quando o empresário Paulo Garcia, dono da Kalunga, lançou-se como candidato à presidência do Corinthians, foi grande a comemoração na campanha do deputado federal Andres Sanches.

“Vai tirar voto do Roque (Citadini)”, diziam.

No próximo dia 25 termina o prazo para Garcia defender-se, na Comissão Eleitoral, sobre as acusações de compra de votos, das quais é réu confesso.

Poucos acreditam em absolvição.

O clima, mesmo depois de livrar-se da impugnação, do candidato Andres Sanches e de seus correligionários, com a possibilidade de Paulo Garcia ser impugnado e o feitiço virar contra o feiticeiro (os votos migrarem para Citadini) é deprimente.

Se com todos na disputa, as pesquisas já colocavam o candidato da chapa “Corinthians mais Forte” na liderança, o quadro sem o dono da Kalunga tende a ampliar a diferença.

O fio de esperança da “Renovação e Transparência” é de que Paulo Garcia seja tratado com generosidade semelhante a de Eduardo Gaguinho, que todos tinham como impugnação certa, mas acabou sem punição.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: