Sob forte ofensiva, contragolpe de Citadini movimenta política do Corinthians

Alvejado por uma impugnação de candidatura com toda a pinta de manobra política, o conselheiro do Corinthians, Roque Citadini, não se fez de rogado, partindo para um contragolpe forte, paralelamente à manutenção da campanha, que, segundo pesquisas, colocam-no em primeiro lugar numa disputa direta com o deputado federal Andres Sanches (PT).

Anteontem, ingressou na 3ª Vara Cível do Tatuapé, onde aguarda por medida liminar que torne sem efeito a decisão de três desembargadores do Timão, todos ligados aos atuais gestores, do qual é opositor.

Pediu ainda, após sua recondução oficial à disputa pela presidência, o afastamento destes magistrados dos poderes alvinegros, que, em verdadeira jogada de bumerangue, formalizaram entendimento de impedimento, que não deveria ter sido aplicado a Citadini – então apenas candidato, mas aos próprios, que exercem cargo no clube, sem amparo constitucional.

Concomitantemente à espera pelo resultado da esfera judicial, Citadini, ex-dirigente, ex-vice-presidente e ex-candidato que foi nos pleitos recentes, sem nunca antes ter a regularidade questionada, recebeu apoio de todos os setores do alvinegro.

Mais de cinquenta conselheiros assinaram petição (inclusive alguns adversários políticos), que será protocolada nas próximas horas, de apoio à recondução formal de Citadini à disputa alvinegra, através de reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, que poderá acontecer na próxima semana.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.