Advertisements

A última Batalha dos Aflitos

Por ROBERTO VIEIRA

O estádio é pequeno e ainda assim imenso para quem ama.

Fenômeno do futebol e da paixão.

Como os eucaliptos colorados.

O Antarctica palestrino.

A vila santista.

A Mooca juventina.

O campo da Graça baiano.

Mistérios da fé em tempos de arenas multiuso.

Pois os antigos campos possuem apenas uma função:

o sonho.

Neste espaço de terra incrustado no agora super povoado bairro dos Aflitos.

O Náutico foi hexacampeão estadual.

Vice campeão da Taça Brasil.

E viu nascer um quebra cabeça chamado Grêmio Portoalegrense.

Grêmio que era um adversário banal nos anos 60.

Quando alvirrubros e tricolores empataram em Porto Alegre, tchê.

Grêmio que foi derrotado por 3-1 no velho estádio.

No aniversário de noventa anos do clube.

Sentenciado por Bizu.

Resultado que ajudou a empurrar o Grêmio

para a segunda divisão do Brasileirão de vinte anos atrás.

Grêmio que não é derrotado pelo Náutico desde aquele fatídico aniversário.

Grêmio que nos Aflitos escreveu um capítulo dramático na história do futebol.

Um capítulo oportunamente denominado Batalha dos Aflitos.

Batalha que trouxe os gremistas de volta ao rol das grandes competições.

Batalha que bulgarizou o lateral Ademar.

Batalha que ficou marcada no DNA de Rosa e Silva.

Batalha que catapultou Mano Meneses ao selecionado.

Batalha que virou DVD.

Mas voltando ao que interessa.

O estádio é pequeno e ainda assim imenso para quem ama.

Fenômeno do futebol e da paixão.

Este estádio fechará suas portas ano que vem.

Substituído pela moderna Arena da Copa.

Neste domingo de futebol.

Náutico e Grêmio entrarão pela última vez no campo ancestral.

Lembrança dos tempos do fascismo getulista.

Da juventude de Barbosa Lima Sobrinho.

Da infância do futebol.

Da batalha disputada na tarde de sol e sábado.

Restará apenas o DVD, a lembrança e a paixão pelo futebol.

Futebol que transforma jogo de bola em invasões da Normandia…

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: