Advertisements
Anúncios

O empresário que “deu sorte” no Corinthians

Matheus Assaf

Dono de um “cast” de jogadores medianos, o empresário Matheus Assaf, amigo do deputado federal Andres Sanches, se deu bem no Corinthians.

Em apenas dois negócios com o clube, onerou a folha salarial alvinegra em R$ 750 mil mensais.

R$ 500 mil com o volante Cristian e R$ 250 mil com Kazim, ambos, quando muito, reservas da agremiação.

Nem mesmo dois titulares absolutos, Jadson e Cássio, com vencimentos de R$ 450 mil e R$ 420 mil, respectivamente, aproximavam-se dos salários do volante.

Aliás, todo o elenco titular ganhava menos.

Destes, apenas seis ganhavam mais do que Kazim: Cássio, Jadson, Jô (R$ 350 mil), Pablo (R$ 320 mil), Giovanni Augusto (R$ 320 mil) e Rodriguinho (R$ 450 mil).

Fagner igualava o salário: R$ 250 mil.

É prática corriqueira no mundo do futebol jogadores embolsarem, em verdade, bem menos do que recebem em seus contra-cheques, beneficiando terceiros, muitas vezes ligados aos clubes em que firmam contrato.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: