Palmeiras deveria antecipar-se à FIFA e expulsar Del Nero

Em entrevista à FOLHA, o presidente do Conselho Deliberativo do Palmeiras, Seraphim Del Grande, diz que a eliminação do presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, como conselheiro vitálicio palestrino, em caso de ratificação da FIFA em bani-lo do futebol requer análise jurídica mais aprofundada.

Saber, em resumo, se as atividades do Conselho podem ser tratadas como ingerência no futebol.

O clube deveria, em verdade, antecipar-se e expulsar o cartola de seus quadros, por evidente dano à imagem do Verdão, associada a alguém que não pode sair do país com medo de ser preso pela Interpol.

Esperar a FIFA e ainda, depois da condenação, “analisar” o caso, além de cômodo, é mal-exemplo para todos os palestrinos decentes, que esperam do clube comportamento condizente com sua história.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.