Advertisements
Anúncios

Primeiro dia de J.Hawilla na corte americana revelou manipulação nas convocações da Seleção Brasileira

Ricardo Teixeira e J.Hawilla

Ontem, de tudo o que o agente de propinas J.Hawilla revelou à corte americana em seu testemunho, o mais relevante foi o pagamento de propina a Ricardo Teixeira para assegurar a convocação de determinados jogadores, tratados como “titulares” da Seleção Brasileira.

Traduz-se, evidentemente, para “mais famosos” ou aceitos pela mídia e patrocinadores.

US$ 10 milhões no bolso do dirigente teriam garantido a manipulação.

Não é a primeira vez que esse tipo de acusação vem à tona: na primeira CPI CBF/NIKE, revelou-se clausulas no contrato com a fornecedora de materiais esportivos com exigência de, ao menos, “oito titulares” em convocações da Seleção Brasileira.

Vários foram os treinadores no período em que Teixeira comandou a “Casa Bandida”: Sebastião Lazaroni, Falcão, Parreira, Zagallo, V(W)Anderlei(y) Luxemburgo, Leão, Felipão, Dunga e Mano Menezes, alguns com perfis maleáveis, outros conhecidos pela seriedade.

Todos colocados sob suspeita diante desta delação.

Seria interessante, talvez, que viessem a público para dar suas versões sobre os fatos.

A cereja do bolo de Hawilla ainda está por vir, e deve revelar a origem dos pagamentos indevidos com objetivo de conquistar direitos de transmissão dos principais campeonatos do planeta.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: