Advertisements
Anúncios

Caiu a máscara de Leila Pereira, que chutou Mustafá e agora fala em ser presidente do Palmeiras

Leila Pereira e Paulo Serdan

Safo, o ex-presidente do Palmeiras, Mustafá Contursi, acreditava estar fazendo “grande negócio” ao mentir ao Conselho Deliberativo, atestando legalidade que Madame Leila Pereira, esposa do dono da Crefisa, não possuía para concorrer ao órgão.

Até então não sabia, mas cavava a própria cova.

Recentemente, após meses fornecendo setenta ingressos a Mustafá, sob argumento de inocência “não sabia que seriam revendidos”, Leila Pereira teria, em combinação com o presidente de honra da Mancha Verde, o marginal Paulo Serdan (de quem tem estreita proximidade), feito chegar ao Conselho, à imprensa e também ao MP-SP, denuncia da prática de cambismo contra o cartola.

Em se confirmando, chupou e depois jogou o bagaço.

Agora, em entrevista à FOLHA, Madame confirma o rompimento, se diz traída e contradiz o próprio discurso anterior, de que “não teria tempo para presidir o Palmeiras por ser muito ocupada”, para “quando puder concorrer à presidência [a partir de abril de 2021, depois de cumprir um mandato como conselheira], vou concorrer”.

Mustafá, se palmeirense fosse mais do que negociante, deveria reunir o Conselho e contar a verdade sobre a inexistente participação associativa da agora conselheira, inventada pelo próprio, impedindo, assim a continuidade do que se apresenta como futuro sombrio à agremiação.

Vale lembrar que a esposa do dono da Crefisa prometeu ao querido amigo Serdan – a quem destinou boa quantia em dinheiro antes das eleições, a gestão do futebol do Palmeiras, se um dia tornar-se presidente.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

×
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: