Advertisements

Receita Federal confirma crimes de Andres Sanches ao STF

O deputado federal Andres Sanches (PT) teve sua situação agravada em duas ações no STF que investigam prática de crime eleitoral, a cargo do Ministro Luis Fux, e a utilização de “laranjas” em empresa de “fachada”, julgada pelo Ministro Celso de Mello, golpe este no qual o parlamentar teria associado-se a parentes, gestores da “Sol Embalagens”, apontada por ex-funcionários como organização criminosa.

Relatório da Receita Federal aponta que, no caso da utilização da empresa “Orion Embalagens” (que somente existia no papel), foi declarada arrecadação de R$ 1,7 milhão, porém, apurou-se, o montante real seria de R$ 42,3 milhões.

Ato contínuo, informa o documento, os livros e toda a documentação contábil teriam sido destruídas.

Em razão disso, após a constatação, transitada em julgado na Justiça de São Paulo, de que os verdadeiros proprietários da “Orion” eram Andres Sanches e família, não a ex-funcionárias, vítimas do “esquema”, a Receita aplicou-lhes multa que, corrigida, ultrapassa R$ 15 milhões.

Mostra o relatório, que, ainda assim, o grupo, supostamente criminoso, vem trabalhando para ocultar bens, dificultando a execução.

Em razão destes fatos, reabriu-se o inquérito eleitoral contra o deputado, que agora responderá, também, pelo crime de “falsum”, quando o então candidato forneceu informações mentirosas, sobre bens e condição financeira, ao TSE.

Nesta toada, de ações criminais no STF, investigações na “Operação Lava-Jato” e também no FBI, sabe-se que “a bola está rondando a área”, mas é difícil prever quais dos “atacantes” marcará o gol decisivo.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: