Advertisements

Promiscuidade eleitoral no Corinthians atinge o grupo “Churumelas”

Ontem, no Parque São Jorge, o grupo “Churumelas”, que, apesar de formado, quase na totalidade, por associados e conselheiros do Corinthians, sempre apresentou-se como organização apolítica, voltada apenas à prática da caridade, ganhou espaço físico dentro do clube, cedido em período eleitoral.

Pegou mal.

Não por conta da ajuda do Timão (até pelo contexto dos participantes), mas pelo fato de, após tantos anos, ter sido oferecida (e aceita) às vésperas do pleito eleitoral, com direito a placa de inauguração e a presença do presidente alvinegro.

É tênue a linha da promiscuidade.

Porém, levando-se em consideração que um dos líderes do “Churumelas” é “expert” em manobras eleitorais no Parque São Jorge, ocupante, desde a atual gestão, da secretária da presidência no Corinthians, não é de toda surpreendente a iniciativa.

No fim, se deu bem que já é conhecido pela flexibilidade política e mal os que discursam moralidade, mas mostraram-se absolutamente confortáveis ao lado daqueles cujas práticas dizem abominar.

Confira abaixo áudio de reclamação de associado do Corinthians por conta da liberação de estacionamento alvinegro, com desconto, para membros do “Churumelas”, inclusive “não sócios”, confirmando parte das benesses eleitorais:

EM TEMPO: em contato com o Blog do Paulinho, o líder do grupo “Lava-Jato-99”, Roberto William Miguel, o Libanês, acrescentou que o secretário da presidência, Antonio Rachid, não permitiu que se colocasse o nome dos fundadores na placa do Churumelas porque entre os quais estava um de seus desafetos políticos, Fred Espósito, (falecido), pai de Fred Marcelo Espósito, membro da “Lava-Jato-99”

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: