Kia Joorabchian obrigou Barcelona a comprar Paulinho em troca de pressão por Philippe Coutinho

O Barcelona já havia desistido da contratação do jogador Paulinho, que estava na China, quando surgiu, no meio do caminho, a venda de Neymar para o PSG, obrigando-o, por nexessidade, a correr atrás de Philippe Coutinho.

Questionaria o leitor: o que uma coisa tem a ver com a outra ?

Elementar: ambos tem o iraniano Kia Joorabchian por trás de suas carreira.

O agente condicionou, para pressionar pela saída, litigiosa, de  Philippe, que acabara de renovar vínculo com o Liverpool, por impressionantes R$ 3,3 milhões mensais de salários, o pagamento da multa rescisória de Paulinho por 40 milhões de Euros (mesmo depois de receber a bolada por Neymar, o Barça disse que não pagaria mais do que 25 milhões de Euros).

Aliado a um trabalho de mídia, com jornalistas ajudando o clube e receber pressão do torcedor, temerosos pelo fato da impossibilidade doutro nome com características semelhante disposto a fazer o jogo dos empresários, a equipe catalã aceitou o acordo, formalizado, ontem, com o volante, e iniciado dias atrás, com Coutinho notificando os ingleses, oficialmente, do desejo de romper o vínculo recém estabelecido.

Advertisements
Anúncios

Facebook Comments

Esta entrada foi publicada em Sem-categoria. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta para Kia Joorabchian obrigou Barcelona a comprar Paulinho em troca de pressão por Philippe Coutinho

  1. Casos em que “…Aliado a um trabalho de mídia, com jornalistas ajudando o clube a receber pressão do torcedor…”, a mídia, sim, ajuda a contratar jogadores e técnicos, influenciando diretamente em campeonatos e torneios. Sei disso muito bem. Mas isso conflitua com a profissão, né não???

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.