Advertisements

Diretoria do Flamengo e a promiscuidade com as “organizadas”

Em detrimento do verdadeiro torcedor do Flamengo, a diretoria do clube, boa parte dela investigada pela “operação Lava-Jato” por falcatruas diversas, algumas ligadas ao BNDES, criou um “plano corporativo” de venda de ingressos, que, em verdade, trata-se de dissimulação para beneficiar facções criminosas “organizadas”, em regra utilizados como “soldados” pela cartolagem.

Pelo referido sistema, que apesar de “corporativo”, sequer é anunciado pela agremiação e não possui em seu banco de dados uma só empresa, apenas as “organizadas”, os meliantes tem acesso, em primeira mão, e com exclusividade, a pacotes de ingressos quase a preço de custo.

Isso é, claro, quando pagam.

Enquanto isso o torcedor comum, aquele que sustenta o clube não apenas comparecendo aos estádios, mas também adquirindo produtos oficiais, é relegado a pagar mais pelas entradas e ter, ainda, que disputá-las, sem a certeza de que ira conseguo-las, com outros em situação semelhante.

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Open chat
Olá, seja bem vindo ao Blog do Paulinho ! Deixe aqui suas dúvidas, sugestões e denúncias. Todas as mensagens serão lidas
%d blogueiros gostam disto: