Comissão do Corinthians para investigar estádio de Itaquera endurece com a Odebrecht

COPA DO MUNDO 2014: ACIDENTE NAS OBRAS DO ESTÁDIO DO CORINTHIANS

Reuniram-se, ontem, conselheiros do Corinthians que tem a responsabilidade de investigar contratos, execução de obras e a parte financeira do estádio de Itaquera.

Ninguém levou a sério o relatório da auditoria anterior, chefiada por escritório ligado ao Dr. Molina, advogado e sócio de Andres Sanches, este envolvido até a medula nas tratativas com a construtora (inclusive acusado pela Operação Lava-Jato de ter levado propina no negócio).

Andres Sanches abre empresa em nome do filho e de “auditor” do estádio de Itaquera

O resultado apurado, de que teriam faltado R$ 200 milhões em obras a serem realizadas, não convenceu.

A Comissão acredita que os valores, após checagem, podem ser bem maiores.

A referida auditoria alegou que a Odebrecht recusou-se a fornecer a documentação necessária para os trabalhos, fato que, se verdadeiro, não será aceito pelos conselheiros, que decidiram oficiar a construtora solicitando todo material referente à construção.

Em caso de negativa, medidas judiciais cabíveis serão lavadas a cabo, imediatamente.

Fazem parte da comissão os conselheiros Roque Citadini, Carlos Luque, Jorge Kalil, Armando José Terreri Rossi Mendonça, Thales Cesar de Oliveira, Pedro Luis Soares e José Carlos Alves, que estão sendo auxiliados pelos engenheiros Marcelo José Brandão Machado e Roberto Ferreira de Souza (associados do Corinthians).

Facebook Comments
Advertisements

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.